E.M. Cioran na revista Veja

Em 28 de junho de 1995, a Veja dedicava uma página inteira em homenagem a E.M. Cioran, a propósito do seu recente falecimento, o que reflete até que ponto chegou a repercussão de sua obra por aqui. Desde então, contudo, muito pouco foi publicado na grande mídia a seu respeito, o que mostra que ainda falta muito para que o seu nome e a sua obra sejam devidamente difundidos no Brasil. Vale lembrar que apenas 4 de seus livros estão publicados aqui, o Breviário, os Silogismos, História e Utopia, e Exercícios de Admiração, enquanto que nos países de língua espanhola é possível encontrar edições traduzidas de todos os seus livros (a grandemaioria delas provenientes da Espanha, ainda que seja possível encontrar edições locais de qualidade nem sempre confiável). Ficamos com a interrogação sobre o que aconteceu com o projeto  – aparentemente interrompido – do Prof. José Thomaz Brum da PUC-RIO (que conheceu Cioran pessoalmente e com ele se correspondeu), junto à editora Rocco, de traduzir a obra completa (ao menos os livros franceses).

Anúncios