Cinismo, ou a divina animalidade

http://www.institutohypnos.org.br/?p=3950

O estoico Apolodoro disse que o cinismo é “o caminho mais curto em direção à virtude”. Surgido no período helenístico, o cinismo é, junto com o estoicismo e o epicurismo, uma das chamadas “escolas socráticas menores”, devido ao reconhecimento de Sócrates como seu comum patrono. Diz a lenda que Platão teria chamado Diógenes, seu mais famoso representante, de “Sócrates louco”, e ao que tudo indica (doxografia), motivos ele tinha para pensar assim – que era “louco”, mas também equipará-lo a Sócrates. As anedotas sobre o “cão celestial” dizem, entre outras coisas, que ele costumava se masturbar em praça pública, e que pedia para que o levassem para caçar, atividade na qual, em conformidade com seu epíteto, gostava de desempenhar o papel de um animal de caça. E, no entanto, Diógenes, cuja habitação se resumia a um tonel, era visto à sua época como um sábio, um homem divino… [+]

Anúncios