“L’age de l’innocence” (Cioran)

«A idade da Inocência.» Quanto mais se contemplam os quadros de Reynolds, mais se persuade de que só existe um fracasso: deixar de ser criança. O paraíso projeta no passado esse estágio de nossa vida, nos consola de nossa infância desaparecida. Olha esta mão delicada que a criança repousa sobre o peito como que para defender timidamente sua felicidade… Reynolds compreendera tudo isso? Ou esses olhos pensativos expressam um vago espanto ante o que se deverá perder? Como os amantes, as crianças têm o pressentimento dos limites da felicidade. (Lacrimi și SfinÅ£i)

Anúncios

Sugestões? Críticas? Contribuições? Deixe aqui o seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s