Livro: “Decomposizione di Dio. Un racconto e cento apologhi gnostici tra Kafka e Cioran”

ciorafkfaDecomposizione di Dio. Un racconto e cento apologhi gnostici tra Kafka e Cioran
de Rino TRIPODI (InEdition, Bolonha-Itália, sem data definida, 104 págs.)

Para além da notável profundidade artística (a arquitetura estritamente e a riqueza de sugestões simbólicas), filosófica (a expansão cognitiva, os desafios existenciais sedutores, a vida vista de olhos sem pálpebras, os abismos cósmicos), narrativa (a geometria e o desvio imprevisíveis) e estilística (uma escritura estofada e bordada; uma prosa refinada e quimérica, quase um florilégio de sedas; um ritmo envolvente e hipnotizante), o livro de Rino Tripodi, Decomposizione di Dio. Un racconto e cento apologhi gnostici tra Kafka e Cioran (“Decomposição de Deus. Um conto e cem apólogos gnósticos entre Kafka e Cioran”), penetra através das sendas tenebrosas e extremas da reflexão filosófica sobre a dor e sobre a presença do Mal no universo, retornando passo a passo em direção à criação e ao Deus-demiurgo.

De tal modo os ruídos iniciais da placidez do mundo, os alarmantes indícios da sombra, os enrugamentos das encrespaduras, se ampliam em sobressaltos e deslocamentos obsessivos, em territórios de deriva e de horror, em abismos não guardados por nenhuma sentinela, ao longo dos quais é proclamada uma metafísica vertiginosa, ameaçadora e cruel: a escuridão rodeia a existência e atormenta, enfraquecend e tornando imperceptível a voz humana. (traduzido do italiano; site da editora)

Anúncios