“As vantagens da debilidade e o pensador de ocasião, em Emil Cioran” (Rossano Silva Queiroga)

Revista Extemporânea, Ano I, No. I, Mar/2013 – ISSN 2318-0293, Campina Grande-PB
Resumo: O presente artigo tem por objetivo investigar, a partir de Breviário de decomposição (1949), a proposta, lançada por Cioran, que destaca “o pensador de ocasião” como fundamento que revela o interior de sua filosofia, que por sua vez, baseia-se nos paroxismos orgânicos como forma vital para o conhecimento. Nesse sentido, buscaremos uma leitura que torne possível a assimilação, além de uma História desvelada, de uma maneira de pensar que se estende à tradição metafísica, elencando um embate entre o pensamento fisiológico e o modelo sistemático, ou melhor, de um pensamento da carne e dos nervos frente um rigoroso e metodológico.
Palavras-chave: Breviário de decomposição; Pensador de ocasião; Metafísica; Pensamento fisiológico; História.
[Pdf]