“Canta! Canta!” (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

REZA A LENDA que Michelangelo, ao terminar sua escultura de Moisés, teria gritado para ela: “Fala! Fala!”

Primeiro, era Moisés (e Moisés não canta, profetas não cantam, cagam regra); não era uma figura feminina, qualquer uma; segundo, se Michelangelo não estivesse, como provavelmente estava, contaminado pelo academicismo racionalista greco-latino, jamais se limitaria a exigir da divina imagem de mármore que ela falasse (perché non parli?). Que esperava ele? Que Moisés de mármore começasse a fazer um discurso filosófico, ou uma pregação profética? Man, please

Não era uma figura feminina (fosse Ney Matogrosso, vá lá); mas era Moisés. Fosse uma mulher, e uma figura inspiradora, teria exclamado Michelangelo: “Canta! Canta!”