“Regras para vencer o pessimismo, mas não o sofrimento” (Emil Cioran)

acompanhar o mais delicado estremecimento da alma com uma tensão premeditada;

estar lúcido na dissolução interior;

vigiar a fascinação musical;

estar triste com método;

ler a Bíblia com interesse político e os poetas para testar a própria resistência.

servir-se das nostalgias para os pensamentos ou fatos; roubá-las da alma.

criar um centro exterior: um país, uma paisagem, ligar os pensamentos ao espaço;

manter artificialmente o ódio contra tudo: contra uma nação, uma cidade, um indivíduo, uma lembrança;

amar a força depois do sonho; a brutalidade depois de tudo o que é puro e sublime;

aprender uma tática da alma; conquistar os estados de ânimo;

não aprender nada dos homens; somente a natureza é dona da dúvida;

anular o medo com o movimento; com a fuga; quando paramos, as coisas calam e o nada nos chama;

fazer da ilusão um sistema.

CIORAN, Emil, O Livro das Ilusões. Trad. de José Thomaz Brum. Rio de Janeiro: Rocco, 2014.

Deixe aqui suas impressões, comentários e/ou críticas. Deja aquí sus impresiones, comentarios y/o críticas. Leave your impressions, comments and/or critiques here. Laissez ici vos impressions, commentaires et/ou critiques. Lăsați-vă impresiile, comentariile și sau recenziile aici. Lascia qui le sue impressioni, commenti e/o recensioni.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s