Hoje à noite (20h30 no horário de Brasília) acontecerá o tão esperado “debate do século” (sic), com transmissão ao vivo, entre o filósofo de esquerda esloveno Slavoj Žižek e o psicólogo canadense de direita Jordan Peterson.

Jordan Peterson e Slavoj Zizek

Numa entrevista ao jornal O Globo, Žižek fala de como a leitura e a escrita salvaram a sua vida em momentos de profunda depressão:

Você já disse que a única coisa que o impediu de se matar foi a vontade de escrever mais livros. Ainda é o que o salva?

Naquela época, estava em uma situação desesperada, e é verdade: a teoria literalmente salvou minha vida. Ainda hoje, quando tenho crises pessoais, sei que preciso focar mais na teoria. É a minha saída particular. Não acredito em felicidade. Em nenhum lugar na constituição americana existe essa fórmula de busca pela felicidade. Sequer acho que as pessoas querem ser felizes. Se temos algo a aprender com a psicologia, é que as pessoas sempre dão um jeito de sabotar a própria felicidade. Nós, humanos, sabemos muito bem como estragar as coisas.

Leia a entrevista na íntegra: “Isolado aos 70”, Slavoj Žižek critica esquerda e diz não acreditar na felicidade (O Globo, 19/04/2019)

2 comentários sobre “Escrita como terapêutica (Slavoj Žižek)

Deixe aqui suas impressões, comentários e/ou críticas. Deja aquí sus impresiones, comentarios y/o críticas. Leave your impressions, comments and/or critiques here. Laissez ici vos impressions, commentaires et/ou critiques. Lăsați-vă impresiile, comentariile și sau recenziile aici. Lascia qui le sue impressioni, commenti e/o recensioni.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s