Do inconveniente de ter nascido, o tédio da decomposição e a necessidade última de ilusão (Emil Cioran)

“Três horas da manhã. Apercebo-me deste segundo, e do que se lhe segue, faço o balanço de cada minuto.
Por quê tudo isto? — Porque eu nasci.
Questionarmos o nascimento resulta de um tipo especial de vigília. (Do inconveniente de ter nascido)

§

Não está em nosso poder fazer voltar os arrebatamentos que nos faziam coincidir com o começo do movimento, tornando-nos donos do primeiro momento do tempo e artesãos instantâneos da Criação. Desta percebemos apenas o despojamento, a realidade lúgubre: vivemos para desaprender o êxtase. (Breviário de decomposição)

§

Depois de ter tido durante tanto tempo consciência de nossa inanidade, podemos continuar acreditando em algo que não seja Deus? Podemos sentir ainda algo distinto do princípio e do fim? Por que não nos educaríamos na consciência de nossa própria divindade? Não perdemos todos tanto para que, ao menos, tenhamos direito à última ilusão, à ilusão absoluta? E por acaso nossas solidões não têm vozes suficientes para apregoarmos a realidade de nossa ilusão? Não são musicais e sonoras todas as solidões e não têm de cantar-nos a glória de estar tão sós que queremos ser tudo? (O Livro das ilusões)

Deixe aqui suas impressões, comentários e/ou críticas. Deja aquí sus impresiones, comentarios y/o críticas. Leave your impressions, comments and/or critiques here. Laissez ici vos impressions, commentaires et/ou critiques. Lăsați-vă impresiile, comentariile și sau recenziile aici. Lascia qui le sue impressioni, commenti e/o recensioni.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s