La musique n’existe qu’aussi longtemps que dure l’audition, comme Dieu qu’autant que dure l’extase. L’art suprême et l’être suprême ont ceci de commun qu’ils dépendent entièrement de nous. [A música só existe enquanto dura a audição, como Deus enquanto dura o êxtase. A arte suprema e o ser supremo possuem isto em comum, o fato de dependerem totalmente de nós.]

CIORAN, Aveux et anathèmes

Subitamente, necessidade de demonstrar agradecimento, não só aos seres mas também aos objetos, a uma pedra porque é pedra… Tudo parece então animar-se como se fosse para a eternidade. De golpe, inexistir parece inconcebível. Que estes calafrios se produzam, que possam produzir-se, mostra que a última palavra talvez não esteja na Negação.

CIORAN, Écartèlement

Eis o que sucede conosco na música: primeiro temos que aprender a ouvir uma figura, uma melodia, a detectá-la, distingui-la, isolando-a e demarcando-a como uma vida em si; então é necessário empenho e boa vontade para suportá-la, não obstante sua estranheza, usar de paciência com seu olhar e sua expressão, de brandura com o que nela é singular: — enfim chega o momento em que sentimos que ela nos faria falta, se faltasse; e ela continua a exercer sua coação e sua magia, incessantemente, até que nos tornamos seus humildes e extasiados amantes, que nada mais querem do mundo senão ela e novamente ela.

NIETZSCHE, “Aprender a amar”, in: A Gaia Ciência

GHOSTEEN (2019), de Nick Cave & The Bad Seeds. 1h12m de êxtase musical ininterrupto. De uma beleza dificilmente suportável. Nenhum vestígio de pessimismo, e buscando-a, não encontro nem mesmo sinal de melancolia. Tristeza certamente, afinal trata-se aqui da obra de um luto criativo e lírico; mas mesmo a tristeza é, neste caso, ascensional, de uma leveza etérea, e diria até de uma estranha alegria: alegria não necessariamente humana, puramente musical. E, no fundo da mais inconsolável dor (da perda de um filho), ter o valor de cantar: “This world is so beautiful…” (Nick Cave transfigurado). Variações Cave: girando, girando, spinning song… Que essa longa oração chegue musicalmente até você, minha amiga!

Sobre o álbum/about the album: “Nick Cave Searches for Solace on ‘Ghosteen’” (New York Times, Oct. 9, 2019)

Deixe aqui suas impressões, comentários e/ou críticas. Deja aquí sus impresiones, comentarios y/o críticas. Leave your impressions, comments and/or critiques here. Laissez ici vos impressions, commentaires et/ou critiques. Lăsați-vă impresiile, comentariile și sau recenziile aici. Lascia qui le sue impressioni, commenti e/o recensioni.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s