Trecho é de ‘Escritos da Casa Morta’, antes traduzido como ‘Memórias da Casa dos Mortos’

[SOBRE O TEXTO] Fiódor Dostoiévski era um nome promissor nas letras russas quando foi preso, em 1849, aos 28 anos. Condenado ao fuzilamento por frequentar um círculo de pensadores críticos ao czarismo, teve sua pena comutada, passando quatro anos no presídio de trabalhos forçados de Omsk, na Sibéria Ocidental, e mais seis no exílio, onde começou a redigir, com base nos diários e anotações dos anos de cárcere, “Escritos da Casa Morta”.

O trecho abaixo encerra o 11º capítulo da obra, “O Espetáculo”, em que são descritas as peças de teatro organizadas e encenadas pelos presos no Natal. Lançado anteriormente no Brasil como “Recordações” ou “Memórias da Casa dos Mortos”, ganha novo título na tradução de Paulo Bezerra, a sair no primeiro semestre de 2020 pela editora 34.

Fonte: Ilustríssima – Folha (22/12/2019)

Publicado por:Portal E.M.Cioran/Br

Deixe aqui suas impressões, comentários e/ou críticas. Deja aquí sus impresiones, comentarios y/o críticas. Leave your impressions, comments and/or critiques here. Laissez ici vos impressions, commentaires et/ou critiques. Lăsați-vă impresiile, comentariile și sau recenziile aici. Lascia qui le sue impressioni, commenti e/o recensioni.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s