“Ser ateu graças a Deus, ou de como ser pobre é não haver menos que o infinito: a-teísmo, a-teologia e an-arquia mística em Meister Eckhart” (Paulo Borges)

“Ser ateu graças a Deus, ou de como ser pobre é não haver menos que o infinito: a-teísmo, a-teologia e an-arquia mística em Meister Eckhart” (Paulo Borges)

Eliade me disse que seu professor de filosofia, Dasgupta, que escreveu a maior história da filosofia hindu em inglês, lhe … Continuar lendo “Ser ateu graças a Deus, ou de como ser pobre é não haver menos que o infinito: a-teísmo, a-teologia e an-arquia mística em Meister Eckhart” (Paulo Borges)