“O absurdo e a revolta em Camus” (José João Neves Barbosa Vicente & Frances Deizer Gontijo)

“O absurdo e a revolta em Camus” (José João Neves Barbosa Vicente & Frances Deizer Gontijo)

TRÍAS – Revista eletrônica online de Filosofia, História, Literatura e Ciências Sociais, nº 3 (2º semestre de 2011) RESUMO: O presente artigo propõe analisar … Continuar lendo “O absurdo e a revolta em Camus” (José João Neves Barbosa Vicente & Frances Deizer Gontijo)

Resenha: “Schopenhauer, niilismo e redenção”, de Eli Vagner Francisco Rodrigues (por Cláudia Franco Souza)

Resenha: “Schopenhauer, niilismo e redenção”, de Eli Vagner Francisco Rodrigues (por Cláudia Franco Souza)

VOLUNTAS – Estudos sobre Schopenhauer, vol. no. 1, 2017 Livro: RODRIGUES, Eli Vagner Francisco. Schopenhauer, niilismo e redenção. Campinas: Editora … Continuar lendo Resenha: “Schopenhauer, niilismo e redenção”, de Eli Vagner Francisco Rodrigues (por Cláudia Franco Souza)

“É preciso erradicar a tendência em acreditar que há línguas melhores que outras” (Barbara Cassin)

“É preciso erradicar a tendência em acreditar que há línguas melhores que outras” (Barbara Cassin)

Revista IHU On-line, 29 de junho de 2017 O conceito de globish surge em meu livro Los intraducibles [Os intraduzíveis]. Escrevi isto porque comecei … Continuar lendo “É preciso erradicar a tendência em acreditar que há línguas melhores que outras” (Barbara Cassin)

“Estado de Sítio”, peça de Camus sobre autoritarismo, chega ao Rio com direção de Gabriel Villela (Maria Luísa Barsanelli)

“Estado de Sítio”, peça de Camus sobre autoritarismo, chega ao Rio com direção de Gabriel Villela (Maria Luísa Barsanelli)

O GLOBO, 01/07/2019 RIO – “Estado de sítio”, peça de Albert Camus, é uma fábula sobre o totalitarismo repleta de … Continuar lendo “Estado de Sítio”, peça de Camus sobre autoritarismo, chega ao Rio com direção de Gabriel Villela (Maria Luísa Barsanelli)