“Weird Mysticism: Philosophical Horror and the Logic of Negation in Thomas Ligotti, Georges Bataille, and E. M. Cioran” (Brad Baumgartner)

“Weird Mysticism: Philosophical Horror and the Logic of Negation in Thomas Ligotti, Georges Bataille, and E. M. Cioran” (Brad Baumgartner)

PhD dissertation, Indiana University of Pennsylvania, 2015 Abstract: This dissertation will identify and evaluate a new category of transatlantic, twentieth-century literature … Continuar lendo “Weird Mysticism: Philosophical Horror and the Logic of Negation in Thomas Ligotti, Georges Bataille, and E. M. Cioran” (Brad Baumgartner)

Thèse : “Les formes de l‘aphorisme : le cas de Cioran — Étude de Syllogismes de l’amertume et De l’inconvénient d’être né” (Charlotte Gyselinck)

Universiteit Gent, Academiejaar 2007-2008 Verhandeling voorgelegd tot het behalen van de graad van licentiaat in de taal- en letterkunde : … Continuar lendo Thèse : “Les formes de l‘aphorisme : le cas de Cioran — Étude de Syllogismes de l’amertume et De l’inconvénient d’être né” (Charlotte Gyselinck)

“A morte de si: uma possível interpretação do suicídio através do Breviário de decomposição e d’O mito de Sísifo” (Luccas Stangler)

“A morte de si: uma possível interpretação do suicídio através do Breviário de decomposição e d’O mito de Sísifo” (Luccas Stangler)

Dissertação de graduação como requisito parcial para a obtenção do grau Bacharel em História, Curso de História da Universidade de … Continuar lendo “A morte de si: uma possível interpretação do suicídio através do Breviário de decomposição e d’O mito de Sísifo” (Luccas Stangler)

“Vitalidade adoecida – flutuações da vontade como retrato da insatisfação humana em Dostoiévski e Cioran” (Rossano Silva Queiroga)

“Vitalidade adoecida – flutuações da vontade como retrato da insatisfação humana em Dostoiévski e Cioran” (Rossano Silva Queiroga)

Dissertação de mestrado apresentada ao programa de pós-graduação em Literatura e Interculturalidade da Universidade Estadual da Paraíba (Campina Grande, abril de … Continuar lendo “Vitalidade adoecida – flutuações da vontade como retrato da insatisfação humana em Dostoiévski e Cioran” (Rossano Silva Queiroga)