“Tra il sospiro e l’epigramma: analisi dell’opera di E. M. Cioran” (Mattia Luigi Pozzi)

Cioran l’eretico. Tesi universitaria di Mattia Luigi Pozzi. Orizzonti Culturali Italo-Romeni, n. 3, marzo 2015, anno V

«Qualsiasi commento a un’opera è cattivo o inutile, perché tutto ciò che non è diretto è senza valore» [1].

Nel presente elaborato ci occuperemo, da eretici, di un’eresia. Se esiste infatti una possibilità di definizione per il pensiero e l’opera di Emil Michel Cioran, essa risiede proprio in questa parola così affilata e, al contempo, così vaga. Eterodosso rispetto a qualunque ortodossia – considerando tali la vita stessa e il suo stesso io – Cioran corrisponde al suo destino di pensatore dispiegando un pensiero frammentario che si declina come feccia, come residuo. E donandoci un’opera miracolosa per tono e stile, per la capacità di mostrare il lavorio del silenzio attraverso le parole, per la possibilità di dire nascondendo.
Corrispondergli da eretici – ossia nell’unico modo possibile – significa, a nostro avviso, obbligare tale pensiero a una torsione, a una sorta di dispiegamento: obbligarlo cioè a distendersi e a rivelarsi, a lasciar aperto uno spiraglio da cui si possano intravvedere le sue profondità, da cui si possa scoprire, almeno in parte, l’iceberg argomentativo di cui ogni frammento è la punta. Significa anche cercare di dissipare gli equivoci che esso, costitutivamente e per difesa, moltiplica: ossia cercare di comprendere se esso possa essere realmente e propriamente considerato un pensiero e non solo una folla confusa di frantumi, come si tende a considerarlo e come esso mira ad apparire… [+]

Il contenuto integrale della tesi è disponibile cliccando qui.

 

Dissertação: “Vitalidade adoecida – flutuações da vontade como retrato da insatisfação humana em Dostoiévski e Cioran”

Dissertação de mestrado apresentada ao programa de pós-graduação em Literatura e Interculturalidade da Universidade Estadual da Paraíba (Campina Grande, abril de 2016)
Autor: Rossano Silva Queiroga
Área de concentração: Literatura e Estudos Culturais.
Linha de pesquisa: Literatura e Hermenêutica
Orientador: Prof. Dr. Antonio Carlos de Melo Magalhães
Fonte: [Pdf]

RESUMO: Este trabalho tem por objetivo analisar a interação literário- filosófica entre o pensador Emil Cioran e o escritor russo Fiódor Dostoiévski. Esta reflexão busca, sobretudo, assimilar a compreensão do homem enquanto indivíduo orgânico, isto é, enquanto indivíduo sujeito a atitudes que cambiam mediante seu ânimo e sua insatisfação frente um mundo de valores estabelecidos e conceitos ordenados. Considerando a literatura como a grande motivadora para uma concepção filosófica existencial mais próxima do homem tal qual ele é, a intersecção das perspectivas entre os dois autores mostra-se indispensável, uma vez que, assumindo uma postura um tanto crua acerca da existência, reivindicam com isto um novo olhar sobre o homem e sobre o mundo de uma forma  geral. Diante disto, a importância desta pesquisa presta-se, na realidade, a manter uma relação entre as perspectivas de Dostoiévski com as de Cioran, visto que seria com a literatura que os temas e problemas abordados em seu processo filosófico se mostram mais viáveis e adquirem uma dimensão muito mais acentuada. Assim,  pensar  a  condição humana, naquilo que concerne aos problemas de ordem religiosa, ao problema da liberdade e ao drama da consciência na companhia dos dois autores, e mais, em que literatura e filosofia se completam, apresenta-se como uma perspectiva bastante autêntica, haja vista que, inclusive, atualmente, são escassos até, fontes e mesmo, recursos bibliográficos envolvendo a interação dos pontos de vista dos autores em questão.
PALAVRAS-CHAVES: Cioran, Dostoiévski, Indivíduo orgânico, Insatisfação.

RESÚMEN: Este trabajo tiene como objetivo analizar la interacción literaria filosófica entre el pensador Emil Cioran y el escritor ruso Fiódor Dostoievski. Esta reflexión pretende, sobre todo, para asimilar la comprensión del hombre como individuo orgánico, es decir, como un sujeto individual a las actitudes que cambian por su espíritu y su insatisfacción frente a un mundo de valores establecidos y ordenó conceptos. Teniendo en cuenta la literatura como el gran motivador para la concepción filosófica más cerca existencial del hombre tal como es, la intersección de las perspectivas entre los dos autores se  demuestra que es indispensable, ya que, asumiendo una postura bastante crudo sobre la existencia, afirman esto una nueva mirada sobre el hombre y el mundo en general. Ante esto, la importancia de esta investigación se presta realmente a mantener una relación entre las perspectivas de Dostoievski con Cioran, como sería con la literatura que los temas y las cuestiones que se abordan en su proceso filosófico son más viables y  adquirir un grado mucho más marcada. Así que pensar en la  condición humana en lo  que se refiere a los problemas de orden religioso, el problema de la libertad y el drama de la conciencia en compañía de dos autores, y más, en el que la literatura y la filosofía son complementarias, se presenta como un punto de vista muy auténtico, dado que aún hoy son escasos hasta, fuentes e incluso, recursos bibliográficos relacionados con la interacción de los puntos de vista de los autores en cuestión.
PALABRAS-CLAVE: Cioran, Dostoiévski, Individuo orgânico, Insatisfacción.

Nova seção: teses e dissertações

A partir de agora, o Portal EMCioranBR conta com uma seção que reúne todas as teses e dissertações acadêmicas sobre E.M. Cioran disponíveis para consulta e download na Internet em formato PDF. Aqui se encontram todos os trabalhos pesquisados e encontrados no Google até o momento (multilíngue). Todos os links são direcionados ao PDF original, hospedado nos endereços Web das respectivas universidades. Confira aqui a relação de teses e dissertações sobre Cioran produzidas em francês, inglês, e espanhol (11 no total até o momento).