MODREANU, Simona

Le Dieu paradoxal de Cioran (“O Deus paradoxal de Cioran”)

de Simona Modreanu, Éditions du Rocher, 2003 (Paris, França)

A autora segue passo a passo o itinerário “paradoxal” e “movimentado” de Cioran (1911-1995) e prova como o pensamento, a técnica, a cultura, a maneira de ser desse escritor não cessaram de se deslocar e se enriquecer, permanecendo, desde o início, um bloco impossível de desfazer. Em Cioran, as mudanças de tom ou de humor não são uma questão de capricho, elas visam criar novas abordagens a suas buscas filosóficas. Ele era a negação do homem de sistema, de onde a dificuldade em se classificá-lo.

Simona Modreanu se interessou de muito perto pelo seu itinerário intelectual. Ela desmonta seus mecanismos para colocar hipótese audaciosas, porém plausíveis. Assim, ela dá lugar ao debate. Apesar da evidente admiração que a liga ao personagem, suas análises não permitem nenhuma concessão.

Este ensaio é uma pesquisa apaixonada, rigorosa e honesta, sobre este romeno que se tornou um dos maiores prosadores da língua francesa no século XX.

Sobre a autora: Simona Modreanu é maître de conférence no departamento de Francês da Universidade de Iasi, na Romênia. Ela defendeu seu doutorado em Paris VII sobre Cioran ou l’ironie comme stratégie du refus… de Dieu (Septentrion, 1997). Ela é também autora de um importante ensaio: Eugêne Ionesco ou l’agonie de la signifiance (éditions Axis, Iasi, Romênia, 2002).

Tradução do francês: Rodrigo Inácio Ribeiro Sá Menezes

Anúncios