O leitor

Deixe aqui seu comentário, sugestão, crítica ou contribuição.

José Ignacio Nájera Nieto (29 de março de 2013 às 7:13 am) disse: Su portal sobre Cioran es muy interesante y muy documentado. Como conocedor de la obra de Cioran estaría interesado en colaborar contigo ya que sé que recibes diversos trabajos sobre el rumano. Escríbeme a mi e-mal, por favor. Saludos. José Ignacio.

Violeta¬†(4 de mar√ßo de 2013 √†s 11:45 pm)¬†disse:¬†Muchas felicidades Rodrigo por el trabajo y dedicaci√≥n puesto en este Blog. De esta forma contribuyes a que las obras de Cioran sean m√°s difundidas y alcance a personas interesadas en saber m√°s de este maravilloso autor. Eso se aprecia mucho. Enhorabuena con este proyecto, y como suelo desearle con afecto a amigos que gustan de Cioran, ‚Äúfelices desdichas!‚ÄĚ.

Giuseppe Savarino (15 de fevereiro de 2013 às 11:56 am) disse: I am Giuseppe Savarino author of italian Cioran’s blog. Great congratulations for your blog: it is really interesting and well documented. Could you please contact me at xxxxxx@gmail.com? Thank you, see you soon, Giuseppe

Marcelo Rafanelli Rosatti¬†(20 de dezembro de 2012 √†s 10:12 pm)¬†disse:¬†Infelizmente o material disponibilizado em portugu√™s, se comparado com o em espanhol e ingl√™s, [e realmente pouco. Eu n√£o tenho problemas em recorrer a leitura nessas duas l√≠nguas, todavia mesmo assim √© uma pena que tenhamos pouqu√≠ssimas tradu√ß√Ķes.¬†Realmente Cioran na academia √© extremamente complicado. Na p√≥s-gradua√ß√£o, a melhor maneira de inseri-lo seria um tema muito amplo, abrangendo, por exemplo, o tema Absurdo, juntamente com outros autores, como Camus.

Rodrigo Araujo (12 de dezembro de 2012 a 1:31 am) disse: Esse blog foi de um achado ímpar! Recentemente soube com um amigo que um texto meu sobre Cioran e literatura estava indexado aqui.. e quando descobri esse blog.. perfeito. Cioran é um pensador que admiro bastante.. o que, junto de alguns romancistas e poetas, melhor me traduz..Infelizmente, nessa vida acadêmica que nos inserimos, para sobreviver, as paragens não são largas. rotas curtas.. Mas já tentei por muito levar Cioran pro doutorado e, ainda, sem sucesso na orientação.. Você trabalha c/ o Cioran?
No mais, fica a admiração e parabéns ao blog. Rodrigo, outro.

Euler Santi¬†disse (29 de novembro de 2012 a 3:40 pm):¬†Ol√°! Feliz em encontrar esse espa√ßo! Meu nome √© Euler Santi sou ator e Diretor de teatro em S√£o Paulo e estou realizando um trabalho C√™nico sobre o pensamento de Cioran. Estou montando uma pe√ßa que ter√° estr√©ia, sexta feira dia 18 de Janeiro de 2013, na Casa das Rosas ‚Äď avenida Paulista 37, em S√£o Paulo.. As apresenta√ß√£o confirmadas S√£o 18 de janeiro e 1, 8,15 e 22 de fevereiro de 2013. Lembro que as apresenta√ß√Ķes ser√£o √†s 20h, sempre √†s sextas feiras.
Vamos manter contato e juntos fazermos uma parceria. Poderíamos até, após o espetáculo, apresentarmos debates e palestras, convidando inclusive os tradutores das obras do Cioran no Brasil. Temos que divulgar o pensamento desse mestre extraordinário que infelizmente ainda é pouco conhecido no Brasil. Vamos manter contato… abraços e parabéns pelo Blog.

Jo√£o Ramos¬†disse (26 de setembro de 2012 √†s 3:27 am):¬†Bela iniciativa, nem recordo mais como Cioran entrou em minha exist√™ncia para nunca mais sair. √Č um dos pensadores que gostaria um dia de trabalhar (quando tiver a oportunidade de voltar para a faculdade de filosofia) e sempre procurei sobre o mesmo e n√£o tinha quase nada na nossa l√≠ngua e creio que com esse site o pensamento de Cioran arraste para as trevas da lucidez mais e mais leitores.

Daniel Lopes disse (7 de setembro de 2012 às 8:14 pm): parabéns pelo trabalho!

hcg reviews disse (17 de agosto de 2012 às 10:18 pm): This is very good. I was shocked to find this information so well constructed, definitely planning to post this on facebook so the hubby can find it. Cheers!

HCG drops reviews disse (17 de agosto de 2012 às 8:33 am): This is very useful indeed. I’m stunned this information isn’t more broadly available, however thanks for your focus on it! This is probably the most comprehensive source I have discovered thus far, and it really is quite helpful. Cheers

Henrique César Costa Cabral disse (15 de agosto de 2012 às 8:10 pm): Surpreendente esse portal. Vem preencher um vazio que, me parece, nem Cioran entenderia. Já adicionei nos meus favoritos. Parabéns.

23 coment√°rios sobre “O leitor

  1. Se me olvidó poner mi correo, por si alguien quiere contactar conmigo: viloblofi@hotmail.com

    PS: Ya s√© que esto no es un sitio de contactos y que no queda bien un mensaje como el m√≠o, pero es que no conozco ning√ļn sitio donde poder encontrar personas con ideas afines. Escribo aqu√≠ un poco a la desesperada. Si el autor del blog tiene a bien publicar mi mensaje estar√© muy agradecido. Un saludo. E obrigado.

  2. Hola. Soy un hombre de Espa√Īa con ideas id√©nticas a las de autores como Emil Cioran, Philipp Mainl√§nder, Thomas Ligotti o Arthur Shopenhauer, a los que he le√≠do y leo: soy completa, total, radical y absolutamente antinatalista y mis√°ntropo. Odio la vida y la procreaci√≥n con todas mis fuerzas. Probablemente no haya nadie en el mundo (y lo digo sin exagerar) que odie la vida y la procreaci√≥n con m√°s fuerza que yo, ni que tenga las ideas m√°s claras respecto a estos asuntos (ni siquiera los propios autores que he citado, si no es mucho decir). Me da un infinito asco la especie humana. Tengo estas ideas desde mi infancia o adolescecia, mucho antes de haber le√≠do y descubierto a los mencionados autores. Me siento muy solo, porque no conozco a nadie que piense como yo, y la gente en general no me interesa, ni me llena, ni me divierte, ni me aporta nada, s√≥lo me da asco. Escribo aqu√≠ porque me gustar√≠a conocer a alguien de Espa√Īa que piense como yo y, si es posible, que haya le√≠do a Mainl√§nder, Cioran, Ligotti, Shopenhauer… Para amistad, conocernos y compartir nuestra l√ļcida visi√≥n del mundo, intercambiar ideas, lecturas… Si es chica mejor.

  3. Ol√° Comentadores, estudiosos, leitores e amigos de Cioran. Gostaria de saber se algu√©m conhece alguma dessas obras lan√ßadas na Fran√ßa que tratam do pensamento de Cioran. S√£o Elas: Cioran √Čjaculations mystiques, autor St√©phane Barsacq, √Čditions du Seuil, 2011 e Lectures de Cioran, textes r√©uni par Nobert dodille et Gariel Liiceau. L’Harmattan, 1997. Grato a todos e parab√©ns pelo excelente trabalho desse importante autor.

  4. Hola Rodrigo. Estoy interesado en el VIII encuentro sobre Cioran, en Pereira. Necesito informaci√≥n. ¬ŅA√ļn es tiempo de participar activamente con alguna ponencia? Ello es indispensable para poder ausentarme de mi Universidad. Saludos Afectuosos. Leobardo Villegas.

  5. N√£o h√° nenhuma palavra que eu possa usar para demonstrar a gratid√£o pelos administradores desta iniciativa aqui.
    Espet√°culo o site!
    Emil Cioran at√© morrer!ūüėä

  6. *Nota de esclarecimento

    Aos leitores da Revista Princípios e à comunidade filosófica em geral

    Tomamos ci√™ncia de que o artigo Schopenhauer e a metaf√≠sica do pessimismo, de Deyve Redyson, publicado no volume 15 n√ļmero 23 da revista Princ√≠pios, reproduz, sem a devida cita√ß√£o, grande n√ļmero de p√°ginas do artigo A influ√™ncia de Schopenhauer na filosofia da arte de Nietzsche em O nascimento da trag√©dia, de Rosa Maria Dias, publicado na revista Cadernos Nietzsche, n√ļmero 3.

    O conselho editorial da revista Princípios entende que isso representa um caso claro de plágio e pede desculpas aos seus leitores e à comunidade filosófica por não ter identificado esse plágio anteriormente.

    Queremos dizer à comunidade filosófica que repudiamos veementemente tal prática e Informamos também que tomaremos todas as medidas cabíveis no campo administrativo em relação a este fato.

    Conselho editorial

    Natal, 03 de novembro de 2011.

  7. ontem li em seu site uma acusação de plágio em torno a uma obra sobre Cioran, envolvendo Professor da UFPB e organizador da obra. Hoje, no entanto, tal post nao existe mais. O que houve, foi um engano?

  8. Pois bem, desiludido e consternado com a jaula acad√™mica e com esta tragic√īmica vileza divina em sua totalidade, acabei por vomitar meu TCC sob o t√≠tulo “Veias Carregadas de Noites: Morte, Agonia e Pensamento Org√Ęnico em Emil Cioran”… Caso tenham interesse pelo mesmo, ficarei mais que plasticamente contente em contribuir.

  9. Sinto-me imensamente grata por essa iniciativa incrível, já que (como se sabe), não se encontra tanto material de Cioran em um só lugar. As obras dele merecem o devido reconhecimento. Parabéns pelo trabalho!

  10. Ol√° pessoal, eu sou aluno da Gradua√ß√£o de Filosofia da Universidade Federal de S√£o Paulo e me interesso muito pela obra de Cioran, e penso em formular um projeto de mestrado baseado nele. Estou no 3¬ļ ano da faucldade e ent√£o j√° queria come√ßar a pensar num tema central para meu projeto, e gostaria muito de saber se algum de voc√™s poderiam me enviar todo tipo conte√ļdo posspivel relacionado ao Fil√≥sofo e suas obras. A princ√≠po o tema da morte √© o que penso abordar nesse meu projeto. Agrade√ßo desde j√° queles que puderem colaborar, e sendo assim podem entrar em contato comigo pelo e-mail: laertecameschi@gmail.com
    Atenciosamente

  11. Retomei Cioran, que lia muito no in√≠cio dos anos 90, para suportar o Brasil e o mundo de hoje, a imbecilidade comento solta no jornalismo (uma anta da minha cidade, jornalista med√≠ocre, disse que Cioran era o pensador “mais perigoso” ) na internet… Quando leio coisas como “(…) por toda parte que se olhe s√≥ se encontra o erro” [o logro, o equ√≠voco, os cad√°veres ambulantes, a baixa canalha, em outros trechos] vejo nisso uma descri√ß√£o perfeita, n√£o da cria√ß√£o c√≥smica, do universo, como seria melhor contemplar abstratamente, mas da realidade crua, melhor dizendo, do Brasil de hoje mais do que nunca, e n√£o s√≥ dos pol√≠ticos, mas do povo com quem somos obrigados a conviver. Como seria perigoso algu√©m que compartilha e diagnostica t√£o bem a ponto de se encaixar seja na nossa cidade e vida imediata, seja nas mais profundas interroga√ß√Ķes metaf√≠sicas? S√≥ mesmo para zumbis essa outra hip√≥tese da “periculosidade”. S√≥ teriamos benef√≠cios se a grande massa entendesse Cioran, mesmo que n√£o praticasse, mas assimilassem pelo menos 10% de seus racioc√≠nios √†s suas motiva√ß√Ķes.(Ele √© mais verdadeiro que Olavo de Carvalho, que por sinal faz um bom coment√°rio neste site, que usa do conhecimento e do estudo para se afastar da verdade e impor verdadeiras mentiras).

  12. Salve(-se), Rodrigo! Parece que nossa “conversa infinita” est√° mesmo longe de terminar, por ora: s√≥ espera alguns outros cap√≠tulos, modificados por novas digress√Ķes. Passei novamente por aqui para deixar mais um “parab√©ns” e mais um “obrigado” por seu cuidadoso e abnegado trabalho. A frase do dia fica por conta de Deleuze: dizer que a filosofia n√£o serve pra nada √© um coquetismo que n√£o diverte mais ningu√©m. Abra√ßo!

  13. Um poema que escrevi sobre Cioran e sua obra:

    EMIL
    ‚ÄúEscrever para a posteridade √© fazer discurso aos vermes!‚ÄĚ (C√©line)

    Hiena ouvindo Bach à beira do precipício
    Vampiro de Sibil ‚Äď Transilv√Ęnia, perdido em Paris entre putas & porteiros
    Eu fundei o êxtase ateu
    Eu gritei verdades de pedra
    Eu afiei a faca & vi que o budismo no ocidente é impossível
    Torna-se coisa de dondocas, de playboys, de intelectuais & como disse:
    ‚ÄúProfundidade & erudi√ß√£o dificilmente andam juntas.‚ÄĚ
    Eu uivei à lua & ao paralelepípedo,
    Nos cumes do desespero,
    Violentando l√°grimas e santos,
    Amanuense, compondo breviários enquanto apodreço!
    Enquanto apodrecemos!
    E nunca! Jamais! Sob qualquer circunst√Ęncia!
    Perdoei Deus por n√£o existir!

  14. A editora Rocco havia publicado em 2011 que estava providenciando a tradu√ß√£o de “L’inconvennient d’etre n√©”, mas at√© agora nada… Algu√©m tem alguma noticia sobre isso??!? Eu leio franc√™s, mas a grande maioria n√£o, ao meu ver, tradu√ß√Ķes s√£o importantes….

Sugest√Ķes? Cr√≠ticas? Contribui√ß√Ķes? Deixe aqui o seu coment√°rio:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Voc√™ est√° comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Voc√™ est√° comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Voc√™ est√° comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Voc√™ est√° comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s