“La profundidad de Dios El nihilismo místico implícito en el pensamiento de Eckhart” (Héctor Sevilla Godínez)

“La profundidad de Dios El nihilismo místico implícito en el pensamiento de Eckhart” (Héctor Sevilla Godínez)

Veritas. Revista de Filosofía y Teología, núm. 38, diciembre, 2017, pp. 121-140. Pontificio Seminario Mayor San Rafael, Valparaíso, Chile Resumen … Continuar lendo “La profundidad de Dios El nihilismo místico implícito en el pensamiento de Eckhart” (Héctor Sevilla Godínez)

“Cioran, a filosofia como desfascinação e a escrita como terapia”: entrevista com Vincenzo Fiore

“Cioran, a filosofia como desfascinação e a escrita como terapia”: entrevista com Vincenzo Fiore

“Numa época em que o fanatismo parece voltar à ribalta a nível mundial, o pensador romeno é um antídoto que … Continuar lendo “Cioran, a filosofia como desfascinação e a escrita como terapia”: entrevista com Vincenzo Fiore

“O Teísmo como Solução do Problema Cosmológico: sobre uma monografia acadêmica sem data” (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

“O Teísmo como Solução do Problema Cosmológico: sobre uma monografia acadêmica sem data” (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

Continuar lendo ““O Teísmo como Solução do Problema Cosmológico: sobre uma monografia acadêmica sem data” (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)”

“Acerca do budismo, Cioran e  filosofia ocidental” (Paulo Borges)

“Acerca do budismo, Cioran e filosofia ocidental” (Paulo Borges)

CV – Em que medida um melhor conhecimento da filosofia oriental contribui para a transformação da reflexão filosófica da tradição … Continuar lendo “Acerca do budismo, Cioran e filosofia ocidental” (Paulo Borges)

“Niilismo, existencialismo e gnosticismo: a hermenêutica existencial de Franco Volpi” (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

“Niilismo, existencialismo e gnosticismo: a hermenêutica existencial de Franco Volpi” (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

A obra de Heidegger, leitor de Nietzsche, apresenta um paradoxo que é o mesmo de boa parte do pensamento contemporâneo: … Continuar lendo “Niilismo, existencialismo e gnosticismo: a hermenêutica existencial de Franco Volpi” (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

Um místico sem absoluto: “Cioran, l’hérétique”, de Patrice Bollon (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

Um místico sem absoluto: “Cioran, l’hérétique”, de Patrice Bollon (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

A biografia crítica de Patrice Bollon, Cioran, l’hérétique (1997) não acrescenta muita coisa, no que concerne ao tema da religião … Continuar lendo Um místico sem absoluto: “Cioran, l’hérétique”, de Patrice Bollon (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

“Êxtase, não-saber e experiências interiores: um diálogo inaudito entre Cioran e Bataille” (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

“Êxtase, não-saber e experiências interiores: um diálogo inaudito entre Cioran e Bataille” (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

Dedicado a Rose Cunha. Conhece-se um autor ou uma autora não apenas pela leitura da sua obra, também — indiretamente, … Continuar lendo “Êxtase, não-saber e experiências interiores: um diálogo inaudito entre Cioran e Bataille” (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

“A experiência do espírito vai muito além das distinções espaço-temporais e de gênero”. Entrevista especial com Marco Vannini

“A experiência do espírito vai muito além das distinções espaço-temporais e de gênero”. Entrevista especial com Marco Vannini

INSTITUTO HUMANITAS-UNISINOS, 17 de dezembro de 2011 Para se entender a mística, é preciso partir da antropologia clássica e cristã: … Continuar lendo “A experiência do espírito vai muito além das distinções espaço-temporais e de gênero”. Entrevista especial com Marco Vannini

“Saudade et nostalgie de l’absolu chez Fernando Pessoa et Emil Cioran” (Paulo Borges)

“Saudade et nostalgie de l’absolu chez Fernando Pessoa et Emil Cioran” (Paulo Borges)

ANALE SERIA DREPT, volumul XXVI, 2017, Universitatea “Tibiscus” din Timișoara Title: Saudade and the Nostalgia of the Absolute in Fernando Pessoa’s … Continuar lendo “Saudade et nostalgie de l’absolu chez Fernando Pessoa et Emil Cioran” (Paulo Borges)

“Ser ateu graças a Deus, ou de como ser pobre é não haver menos que o infinito: a-teísmo, a-teologia e an-arquia mística em Meister Eckhart” (Paulo Borges)

“Ser ateu graças a Deus, ou de como ser pobre é não haver menos que o infinito: a-teísmo, a-teologia e an-arquia mística em Meister Eckhart” (Paulo Borges)

Eliade me disse que seu professor de filosofia, Dasgupta, que escreveu a maior história da filosofia hindu em inglês, lhe … Continuar lendo “Ser ateu graças a Deus, ou de como ser pobre é não haver menos que o infinito: a-teísmo, a-teologia e an-arquia mística em Meister Eckhart” (Paulo Borges)