Ghosteen (Nick Cave & The Bad Seeds)

La musique n’existe qu’aussi longtemps que dure l’audition, comme Dieu qu’autant que dure l’extase. L’art suprême et l’être suprême ont ceci de commun qu’ils dépendent entièrement de nous. [A música só existe enquanto dura a audição, como Deus enquanto dura o êxtase. A arte suprema e o ser supremo possuem isto em comum, o fato…

Leia mais

Encuentro Internacional Cioran México: Entre Filosofía y Literatura

11-16 noviembre, 2019 In memoriam Liliana Herrera (1960-2019) LUNES 11 Facultad de Estudios Superiores – Acatlán (Unidad de Congresos UIM II) 11h – 12h | Inauguración Manuel Martínez (director de la FES Acatlán) Alejandro Byrd (Secretario de Extensión Universitaria y vinculación institucional) Claudia Márquez (Jefa de la división de Ciencias Socioeconómicas)  Ionuţ-Maria Valcu (Embajada de…

Leia mais

In memoriam Maria Liliana Herrera, filosofa e studiosa pioniera di Cioran (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

Orizzonti Culturali Italo-Romeni, n. 11, novembre 2019, anno IX L’Accademia e l’intellettualità colombiane, così come la comunità cioraniana internazionale, hanno recentemente perso una figura molto importante: la poetessa, traduttrice, filosofa e studiosa pioniera di Cioran, María Liliana Herrera (1960-2019), scomparsa il 20 settembre 2019, a Pereira, Colombia. Professoressa di Filosofia all’Universidad Tecnológica de Pereira (UTP) e…

Leia mais

Jornada acadêmica UFABC: 70 anos do Breviário de Decomposição – PRAZO P/ ENVIO ESTENDIDO

O prazo para envio de resumos para a Jornada Acadêmica UFABC – 70 anos do Breviário de Decomposição foi estendido de 02/11 para 10/11 de 2019. A programação completa, para além do professor convidado (José Thomaz Brum, PUC-RJ) e dos professores da casa (Flamarion Caldeira Ramos, Paulo Jonas de Lima Piva) será divulgada no dia 13/11,…

Leia mais

“Happens to the heart” (Leonard Cohen)

I was always working steady But I never called it art I got my shit together Meeting Christ and reading Marx It failed my little fire But it’s bright the dying spark Go tell the young messiah What happens to the heart There’s a mist of summer kisses Where I tried to double-park The rivalry…

Leia mais

“Beatitude e sofrimento” (Clément Rosset)

Tomo emprestado ao comunicado de Henri Birault, no colóquio Royaumont sobre Nietzsche, em 1964, o termo “beatitude”, para definir o tema central da filosofia nietzschiana. Provavelmente, do mesmo modo, outros termos conviriam: alegria de viver, gáudio, júbilo, prazer de existir, adesão à realidade, e ainda muitos outros. Pouco importa a palavra, aqui é a ideia…

Leia mais

Guido Ceronetti por Cioran

GUIDO seria um amante de desequilíbrios disfarçado de erudito? Às vezes isso me convence, mas no fundo não penso assim. Porque, se tem uma nítida preferência pela podridão, por outro lado é igualmente atraído pelo que há de puro na sabedoria visionária ou desesperada do Antigo Testamento. Não traduziu — admiravelmente — Jó, o Eclesiastes,…

Leia mais

“Esther Seligson” (Elena Poniatowska)

La Jornada, Mexico, 14 de febrero de 2010 “Tienes que poder.” “No puedo.” “Claro que puedes” – la voz se hace aún más tajante. “Esther, el 7 de julio es el cumpleaños de mi hijo.” Al oír la palabra “hijo”, Esther cambia radicalmente. (A ella se le murió su hijo Adrián, que voló de este mundo.) “Ah, entonces…

Leia mais

“Esther Seligson: vencer al tiempo” (Adriana del Moral Espinosa)

La Jornada Semanal, Mexico,  no. 781, 21 de febrero de 2010 Esther Seligson vibraba a cada paso. Sus faldas largas y túnicas, su anillo de serpiente y collares le daban apariencia hechicera. Y en efecto, hacía alquimia con las palabras, logrando con ellas crear una herida o encender una luz en sus lectores. Estaba llena…

Leia mais

“Der Mensch: ein Rechenfehler der Natur” (Verena von der Heyden-Rynsch)

ZEIT ONLINE, 18 Januar 1980 Wiederentdeckt: der Dichter und Theoretiker E. M. Cioran Vor einigen Monaten ist auf dem deutschen Büchermarkt ein Werk erschienen, das vor 25 Jahren erstmals das Licht der deutschen Literaturwelt erblickte und in kürzester Zeit vergriffen war: “Die Lehre vom Zerfall” von E. M. Cioran in der Übersetzung von Paul Celan. (Das…

Leia mais

“Song to the Moon” (Antonín Dvořák)

Delightful aria by Antonín Dvořák. A musical hommage to M. Liliana Herrera A. (1960-2019). Soprano Renee Fleming sings this Aria. Dvorak’s composition relies upon expansive arpeggiated chords to capture the fairy tale ambiance of Rusalka. The amicable old Spirit of the Lake, Jezibab, is enjoying the singing of the Wood Nymphs, when his daughter, Rusalka,…

Leia mais

Jornada acadêmica UFABC: 70 anos do Breviário de Decomposição (ANPOF/GT Schopenhauer)

Neste  ano de 2019 completam-se 70 anos da publicação do Précis de décomposition, primeiro livro escrito em francês pelo filósofo romeno Emil (E. M.) Cioran – e o primeiro de uma série que o tornaria conhecido como um dos mais importantes escritores de língua francesa do século XX. Cioran é um pensador representativo das vertigens e perplexidades do…

Leia mais

Colóquio “Emil Cioran, pensador incontornável do século XX”

Decorrerá no próximo dia 11 de outubro, a partir das 18h30, no El Corte Inglés de Lisboa, e terá como convidados os professores Ciprian Valcan da Universidade “Tibiscus” de Timisoara, Ricardo Gil Soeiro e Paulo Borges da Universidade de Lisboa. O Colóquio “Emil Cioran, pensador incontornável do século XX” é o segundo projeto da série…

Leia mais

Jornada acadêmica UFABC: 70 anos do Précis de Décomposition

Habemus Cioran — Neste  ano de 2019 completam-se 70 anos da publicação do Précis de décomposition, primeiro livro escrito em francês pelo filósofo romeno Emil (E. M.) Cioran – e o primeiro de uma série que o tornaria conhecido como um dos mais importantes escritores de língua francesa do século XX. Ao mesmo tempo, celebram-se…

Leia mais

Handel’s Messiah HWV 56 Pt. 1, #20: “He Shall Feed His Flock Like a Shepherd (Come Unto Him)”

He shall feed His flock like a shepherd; and He shall gather the lambs With His arm, and carry them in His bosom, and gently lead those that are With young. (Isaiah 40:11) Come unto Him, all ye that labour, come unto Him that are heavy laden, and He will give you rest. Take His…

Leia mais

Emisora Cultural de Pereira: Homenaje radiofónico a M. Liliana Herrera A. (04/10/2019)

Liliana Herrera Alzate, 1960-2019. La Emisora Cultural de Pereira “Remigio Antonio Cañarte” a través del programa Cantando historias, que dirige el profesor del Departamento de Humanidades de la UTP, el periodista Edison Marulanda, hace un tributo a la vida y obra de la filósofa pereira, professora de la Lic. en Filosofía de la Facultad de…

Leia mais

Cioran y Colombia: la última entrevista de M. Liliana Herrera. Conversación con Ciprian Vălcan & Ilinca Ilian

Del libro: VĂLCAN, Ciprian. Cioran, un aventurero inmóvil. Treinta entrevistas. Trad. del rumano de Miguel Ángel Gómez Mendoza. Pereira: Universidad Tecnológica de Pereira, 2019, p. 121-125. [PDF] La conversación de María Liliana Herrera (1960-2019) con Ciprian Vălcan e Ilinca Ilian es una cortesía de Miguel Ángel Gómez Mendoza, traductor del libro de entrevistas, historiador colombiano…

Leia mais

In memoriam Profesora Liliana Herrera: Cioran y Colombia (Miguel Ángel Gómez Mendoza)

SU VIDA universitaria fue un ejemplo de persistencia y tenacidad para divulgar, traducir y estudiar la obra del filósofo, pensador y ensayista rumano Emil Cioran en el contexto cultural y universitario colombiano e hispanoamericano. Presumo que en esta intensa experiencia de vida personal y existencial, tuvo que enfrentar cierta resistencia de la filosofía institucional universitaria…

Leia mais

“Uma mulher que foi escutada como intelectual, muito mais que a esposa de…” (Alberto Antonio Berón Ospina)

“A poesia nasce simultaneamente com a oração, o canto e os rituais nos quais aqueles transcorrem e se cumprem.” (Liliana Herrera) Com Liliana Herrera, a Universidad Tecnológica de Pereira, a cidade e a Colômbia perdem uma de suas mais autênticas intelectuais mulheres. Num mundo filosófico e acadêmico marcado por um forte machismo, esta pensadora de…

Leia mais

Sensible fallecimiento: María Liliana Herrera Alzate

Universidad Tecnológica de Pereira, Oficina de comunicación Desde la Universidad Tecnológica de Pereira extendemos sentidas condolencias por el fallecimiento  de la Docente de la Licenciatura en Filosofía, Liliana María Herrera Alzate, esposa del Ex – Rector de la Universidad Tecnológica de Pereira, Carlos Alberto Ossa Ossa. La velación se está llevando a cabo en la…

Leia mais

“El precio de la libertad, un paralelo entre Cioran y Héctor Escobar” (M. Liliana Herrera A.)

Literariedad – Revista Latinoamericana de Cultura. Año 6. Desde Pereira, Colombia. Apuntes peatones. ISSN: 2462-893X (En línea). [ 1- VERSIÓN ORIGINAL ESPAÑOL] Una alusiva cioraniana[1] Por: M. Liliana Herrera A.* Universidad Tecnológica de Pereira (Colombia) Cioran: …La libertad (…), no tener obligaciones ni responsabilidades, hacer sólo lo que quiero, no tener horarios, no escribir más que sobre las…

Leia mais

In memoriam: María Liliana Herrera Alzate (1960-2019)

Foi com uma  tristeza indescritível que recebi a notícia de que a filósofa e professora colombiana María Liliana Herrera Alzate, uma grande amiga (irmã, alma gêmea intelectual) e importantíssima estudiosa de Cioran, nos deixou no dia 20 de setembro de 2019. Ela lutava contra um câncer. Diante da morte, que é sempre nova e com a…

Leia mais

“Dialogo della moda e della morte (Giacomo Leopardi)

Moda. Madama Morte, madama Morte. Morte. Aspetta che sia l’ora, e verrò senza che tu mi chiami. Moda. Madama Morte. Morte. Vattene col diavolo. Verrò quando tu non vorrai. Moda. Come se io non fossi immortale. Morte. Immortale? Passato è già più che ‘lmillesim’anno che sono finiti i tempi degl’immortali. Moda. Anche Madama petrarcheggia come…

Leia mais

Sobre a Música (E.M. Cioran)

Nascido com uma alma habitual, pedi outra à música: foi o começo de desgraças maravilhosas… § Sem o imperialismo do conceito, a música teria substituído a filosofia: teria sido o paraíso da evidência inexprimível, uma epidemia de êxtases. § Beethoven viciou a música: introduziu nela as mudanças de humor, deixou que nela penetrasse a cólera.…

Leia mais

“Aniquilação”, ou da Anti-natureza (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

Revista Trágica: estudos de filosofia da imanência, Rio de Janeiro, v. 12, nº 2, p. 80-104, 2019. RESUMO: Trata-se de analisar o filme “Aniquilação” (2018) à luz da filosofia trágica de Clément Rosset (1939-2018), particularmente seu livro de 1973, A anti-natureza. Trata-se, ao mesmo tempo, de uma homenagem ao filósofo, que faleceu semanas após o…

Leia mais

Revista Trágica: edições temáticas Clément Rosset (in memoriam) [2]

Revista Trágica: estudos de filosofia da imanência, Rio de Janeiro, v. 12, nº 2, 2019 Editorial Rosset educador O sucesso da obra de Clément Rosset pode ser aferido pela imensa venda de seus livros, pelo número de traduções nas mais diversas línguas, pelas revistas magazine sobre suas ideias, pelas numerosas entrevistas que foi chamado a…

Leia mais

Revista Trágica: edições temáticas Clément Rosset (in memoriam) [1]

Revista Trágica: estudos de filosofia da imanência, Rio de Janeiro, v. 12, nº 1, 2019 Editorial Clément Rosset, in memoriam: um testemunho Nos idos de 1987, comecei a ler Clément Rosset, entre os 18 e 19 anos de idade, na graduação, no texto original francês, com o saudoso Fernando José Fagundes Ribeiro, que viria logo…

Leia mais

“A Música é essencialmente triste ou alegre? Uma questão ociosa” (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

Quando esgotamos os pretextos que incitam à alegria ou à tristeza, conseguimos vivê-las, ambas, em estado puro: nos igualamos assim aos loucos… (Silogismos da amargura) Uma discussão interessante, mas não fecunda, senão ociosa, é entabulada por Clément Rosset em seu livro sobre o tema da beatitude em Nietzsche: Alegria — A Força Maior (1983) —…

Leia mais

Colóquio Internacional Fernando Pessoa & Emil Cioran: Pensadores das Margens da Razão e da Civilização

Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Lisboa, 9 e 10 de Outubro de 2019 Mês que vem, acontecerá em Lisboa um importante colóquio sobre a filiação Fernando Pessoa-Emil Cioran. O Brasil estará muito bem representado por dois importantes filósofos: José Thomaz Brum (PUC-RJ), tradutor e amigo de Cioran, e Fernando Rey Puente (UFMG), autor de Os…

Leia mais

A Grande Dor: Amor Fati (Nietzsche)

1. Freqüentemente me perguntei se não tenho um débito mais profundo com os anos mais difíceis de minha vida do que com outros quaisquer. Minha natureza íntima me ensina que tudo necessário, visto do alto e no sentido de uma grande economia, é também vantajoso em si — deve-se não apenas suportá-lo, deve-se amá-lo… Amor…

Leia mais

Schopenhauer, pessimismo filosófico e a recepção brasileira de Cioran: Ciprian Vălcan em diálogo com Flamarion Caldeira Ramos

Entrevista originalmente publicada em ARCA – Revistã lunarã de literaturã, eseu, arte vizuale, muzicã (fondatã în februarie 1990 la Arad), anul XXV, nr. 4-5-6, 2014, e incluída no volume Cioran, un aventurier nemişcat. 30 de interviuri [Cioran, um aventureiro imóvel. 30 entrevistas] (Bucureşti, Editura ALL, 2015), com 30 entrevistas feitas por Ciprian Vălcan com de exegetas de Cioran de todo o mundo, das…

Leia mais

Do inconveniente de ter nascido, o tédio da decomposição e a necessidade última de ilusão (Emil Cioran)

“Três horas da manhã. Apercebo-me deste segundo, e do que se lhe segue, faço o balanço de cada minuto. Por quê tudo isto? — Porque eu nasci. Questionarmos o nascimento resulta de um tipo especial de vigília. (Do inconveniente de ter nascido) § Não está em nosso poder fazer voltar os arrebatamentos que nos faziam…

Leia mais