Eventos celebram 70 anos da visita de Camus ao Brasil

Blog da editora RECORD, 13/08/2019 Autor de clássicos da literatura moderna como os romances O Estrangeiro e A Peste, prêmio Nobel de Literatura de 1957, o escritor francês Albert Camus esteve no Brasil em 1949. Ao longo de dois meses, julho e agosto, Camus percorreu diversas cidades (Rio de Janeiro, São Paulo, Recife, Olinda, Salvador e Porto Alegre)…

Leia mais

“Cioran, le passé récomposé” (Gilles Martin-Chauffier)

Paris Match, 31/07/2019 En choisissant d’écrire en français et en s’installant en plein Quartier latin, le philosophe né en Roumanie s’est absout de ses prises de positions pro-fascistes d’avant guerre. Avec la bénédiction d’une intelligentsia parisienne pourtant volontiers sourcilleuse.  C’était un provocateur. Il trouvait que les Européens blancs méritaient de plus en plus le nom…

Leia mais

A música de Bach, “geradora de divindade” (Cioran)

Cioran amava Bach acima de tudo. Se a Música era para ele a quintessência da “cultura”, e a única justificativa da Humanidade, Bach era a quintessência da Música: um Deus musical. A sua obra como um todo está cheia de elogios à Música em geral e a Bach em particular. Nos Silogismos da amargura (1952), este…

Leia mais

O criador do rosto do Cristo Redentor do RJ: Gheorghe Leonida, escultor romeno

Notícia de O Globo informa que o Museu Histórico da Cidade do Rio de Janeiro completa 85 anos em julho e celebrará a reinauguração do espaço reformado com uma exposição que contará com a escultura que serviu de base para construir a cabeça da estátua do Cristo Redentor. Segundo a reportagem, que se baseia nas…

Leia mais

“Lev Shestov and Kierkegaard” (Nikolai Berdyaev)

The book of L. Shestov about Kierkegaard, 1  beautifully translated into the French language, — is perhaps the finest of his books. It was brilliantly written, just like the greater part of the books of this author. In it his fundamental thought is expressed with the greatest of concentration, but also with the greatest of clarity,…

Leia mais

“Nem Buda nem Satanás: Schopenhauer” (Guido Ceronetti)

O belo livrinho dos Colóquios de Schopenhauer, que a Rizzoli publicou nos seus breviários do “Ramo d’oro” com a curadoria apaixonada de Anacleto Verrecchia, tem-me sido recentemente uma ótima companhia de viagem; e com Arthur Schopenhauer, filósofo que muito me ajudou, junto a Montaigne e Espinoza, a formar juízos livres, a viver e a não…

Leia mais

Cartas da Bessarábia: documentário de Leila Sterenberg no MIS

No dia 28 de abril, às 18h30, o MIS recebe sessão gratuita do documentário “Cartas da Bessarábia” (dir. Leila Sterenberg, 2016), seguido de bate-papo com a diretora do filme. ⠀ Os ingressos gratuitos para a sessão podem ser retirados uma hora antes na recepção do MIS. ⠀ CARTAS DA BESSARÁBIA Dir. Leila Sterenberg, Brasil, 2016,…

Leia mais

“Ruminações poéticas sobre o Essencial” (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

Um monge e um açougueiro brigam no interior de cada desejo. Cioran, Silogismos da amargura O que dizer do Essencial? Esse ponto indeterminado, não-horizonte do Ser, essa zona de incerteza vertigem turbulência Abismo fonte de impureza, em que Espírito e Vida se matam, engendram, multiplicam-se, diminuem e se dilatam, no ritmo de um demonismo bestial…

Leia mais

“Para que ler Cioran?” (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

Reza a anedota que, após a publicação do Précis de décomposition (1949), um jornalista escreveu, indignado, uma carta-protesto a Cioran, repreendendo-lhe a loucura e a irresponsabilidade de publicar um livro daqueles, que poderia cair nas mãos de um adolescente ou mesmo de uma criança! Ora, ter um livro de Cioran na estante da sala é…

Leia mais

“Ionesco escrevia contra dogmas” (Nelson Ascher)

Folha de S. Paulo, Caderno Mais!, 3 de abril de 1994 O escritor, morto no dia 28, lega absurdo ao cotidiano NELSON ASCHER ESPECIAL PARA A FOLHA Uma aluna chega à casa do professor para sua primeira aula e é recebida pela criada. Ela se comporta como uma jovem normal e o professor, como um…

Leia mais

Documentary: Mircea Eliade – his name, his destiny (2002)

Distributed by Chip Taylor Communications, 2 East View Drive, Derry, NH 03038; 800-876-CHIP Produced by Angela and Dan Jelesco Directed by Director n/a VHS, color, 88 min (dubbed in English) This production is an overview of the life and work of the late scholar, Mircea Eliade (1907 –1986). Perhaps best known to librarians for his work…

Leia mais

Itaú Cultural: 43ª Ocupação homenageia o poeta Manoel de Barros

ITAÚ CULTURAL, 28/01/2019 O poeta Manoel de Barros (1916-2014) é tema da 43ª edição do programa Ocupação Itaú Cultural. Com manuscritos e outros materiais selecionados do acervo pessoal do homenageado, a exposição passeia por toda a trajetória do autor – que brincava com a norma culta da língua e monumentava as coisas e seres (o humano, inclusive)…

Leia mais

“Matéi Visniec à la recherche d’Émile Cioran” (Eric Levéel)

STUDIA UNIVERSITATIS BABEŞ-BOLYAI, DRAMATICA, 2/2010, Anul LV, 2010, pp. 43-53. ABSTRACT. Matéi Vişniec’s play Paris Attic overlooking Death (2005) reconstructs Emil Cioran fictionally through his “last” journey in his adopted city: Paris. Vişniec cleverly moves away from the hagiographic trappings to imagine – and re‐imagine – Cioran’s complex life, and Romanian past. This article questions…

Leia mais

“Quousque eadem?” (E.M. Cioran)

A expressão latina, na forma de interrogação, remonta a Sêneca, em sua carta XXIV a Lucílio: “Quosdam subit eadem faciendi videndique satietas et vitae non odium sed fastidium, in quod prolamibur ipsa inpellente philosophia, dum dicimus: ‘Quousque eadem? Nempe expergiscar dormiam, esuriam fastidiam, algebo aestuabo‘” [Os outros também são movidos por uma saciedade de fazer…

Leia mais

“Emil Cioran ou la folie de l’espoir” (Guillaume Erner)

FranceCulture, 27/07/2018 https://www.franceculture.fr/player/export-reecouter?content=eb4d2ff1-3f31-4071-a296-a8a32a948c96 Si ça ne va pas bien aujourd’hui, dites-vous bien que vous auriez pu être Emil Cioran Chez certains penseurs, l’échec est aussi formel. Il y a bien sûr ceux qui se disent que la vie est trop courte pour bien écrire. Mais ça n’est pas à eux que je pense, mais à…

Leia mais

“Doutor Tristeza” (Sara Mendes de Andrade)

Diário do Nordeste, 6 de dezembro de 2010 Estudante de Direito, desde que começou a publicar seus versos foi chamado de neurótico, histérico, poeta raquítico, doutor tristeza. A soma dos fracassos em que resultou sua vida converteu a tristeza em apoteose do sentir, ininterruptamente restaurada pela onipresença da melancolia, sua companheira inseparável, e do pessimismo.…

Leia mais

Tararira, la película perdida de Benjamin Fondane

Film de Olivier Salazar-Ferrer sobre Tararira el film perdido de Benjamin Fondane con un epílogo de Gonzalo Aguilar. Tararira est le seul film réalisé entièrement par Benjamin Fondane, à Buenos Aires en 1936 avec le Cuarteto Aguilar, un quatuor de luths mondialement célèbre à l’époque. « Si j’étais libre, vraiment libre, je tournerais un film absurde, sur une…

Leia mais

“Cioran nos ayuda a vivir” (Javier López Iglesias)

Hoy Es Arte, 26/04/2011 Él, que tanto trajinó con el abandono, fue definitivamente abandonado. La vida le dijo adiós, a él, que había dejado escrito “todo en la vida es despedida”, el 20 de junio de 1995. Ahora hubiera celebrado, -él, tan reacio a celebración alguna-, cien años. Se ha cumplido su centenario y por…

Leia mais

Apresentação de “Cioran dans mes souvenirs”, de Mario Andrea Rigoni (Laurent de Sutter)

Mario Andrea Rigoni é um dos grandes, e ao mesmo tempo dos mais secretos, dentre os prosadores italianos vivos. Este segredo, ao que parece, foi levado ao pé da letra na França, onde a sua obra, a despeito de algumas traduções, é pouco conhecida. Os amantes de Leopardi sabem, contudo, o que devem a este…

Leia mais

“Paradisul pierdut al lui Emil Cioran” (Ana Dumitrescu)

National Geographic, april 29, 2009 Fața nevăzută a paradisului pierdut al lui Cioran. Primele file din biografia filozofului român – Satul Rășinari și șocul rupturii de locurile natale. Hai, Aurel, hai la gropar, să văd dacă nu cumva o să dezgroape un cadavru” – râde Emil către fratele lui. Un craniu se rostogolește pe drumul…

Leia mais

“El nada centenario Cioran” (Abel Posse)

LA GACETA, Argentina, 24 de abril 2011 Crítico de la cultura de decadencia, moralista desilusionado, anarquista por despecho. A un siglo de su nacimiento, los temas del filósofo rumano mantienen su vigencia. El autor de Breviario de podredumbre criticaba a las “grandes sociedades” y creía que la idea del suicidio ayudaba a tolerar y potenciar…

Leia mais

“Cioran, il mistico che non credeva in nulla. Un convegno a Napoli” (Alessandro Seravalle)

Orizzonti Culturali Italo-Romeni, gennaio 2018, anno VIII Il 15 e 16 novembre 2017 alcuni tra i più importanti studiosi del pensiero di Emil Cioran si sono dati appuntamento presso la splendida Aula Magna della Pontificia Facoltà Teologica dell’Italia Meridionale (sezione San Tommaso d’Aquino) per discutere da differenti angolazioni, sotto la direzione scientifica di Antonio Di…

Leia mais

Eugen Simion despre Emil Cioran (Apostolia TV, sous-titré en français)

Filmul a fost difuzat in cadrul programului IN MEMORIAM (sambata 12 decembrie 2015, in catacomba Catedralei St. Sulpice). Prima editie a fost consacrata memoriei scriitorului şi filosofului de origine română Emil Cioran, anul acesta împlinindu-se douăzeci de ani de la moartea sa. Mai multe informații pe site-ul Mitropoliei Ortodoxe Române pentru Europa Occidentală și Meridională…

Leia mais

Audiovisual: “María Zambrano, la humanista indignada” (TV5)

Programa homenaje a la escritora y pensadora malagueña María Zambrano (1904-1991), realizado en 1991 y emitido en TVE con motivo del centenario de su nacimiento. Se recogen testimonios sobre anécdotas y vivencias de Zambrano narrados por amigos con los que compartió días en España, México, Cuba, Francia, Italia y Suiza: Octavio Paz, Francisco Giner de…

Leia mais

“Assassinato em Chicago” (Umberto Eco)

Folha de S. Paulo, 04 de janeiro de 1998 No dia 21 de maio de 1992, Ioan Culianu, um jovem e brilhante professor de história da religião da Faculdade de Estudos Religiosos da Universidade de Chicago entrou na ante-sala de seu departamento. De cima do vaso sanitário, uma pessoa munida de uma Beretta .25 mirou…

Leia mais