“Cioran, a filosofia como desfascinação e a escrita como terapia”: entrevista com Vincenzo Fiore

“Cioran, a filosofia como desfascinação e a escrita como terapia”: entrevista com Vincenzo Fiore

“Numa época em que o fanatismo parece voltar à ribalta a nível mundial, o pensador romeno é um antídoto que … Continuar lendo “Cioran, a filosofia como desfascinação e a escrita como terapia”: entrevista com Vincenzo Fiore

“Relatório sobre um relatório de atividade universitária (1938-1939)” (Rodrigo Inácio Ribeiro Sá Menezes)

“Relatório sobre um relatório de atividade universitária (1938-1939)” (Rodrigo Inácio Ribeiro Sá Menezes)

(Re)lendo o relatório “sur mon activité universitaire pendant l’année universitaire 1938-1939”, do jovem Cioran. Que delícia digestiva após um almoço não menos … Continuar lendo “Relatório sobre um relatório de atividade universitária (1938-1939)” (Rodrigo Inácio Ribeiro Sá Menezes)

“Os terrores e delícias de uma alma demasiado musical: O Livro das Ilusões, de Emil Cioran” (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

“Os terrores e delícias de uma alma demasiado musical: O Livro das Ilusões, de Emil Cioran” (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

O Livro das Ilusões deixa transparecer uma experiência densa e dolorosa, temperada por elãs líricos e transes místicos. Um caminhar … Continuar lendo “Os terrores e delícias de uma alma demasiado musical: O Livro das Ilusões, de Emil Cioran” (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)