O risco totalitário entre a língua e a linguagem (Roland Barthes)

A linguagem é legislação, a língua é seu código. Não vemos o poder que reside na língua, porque esquecemos que toda língua é uma classificação, e que toda classificação é opressiva: ordo quer dizer, ao mesmo tempo, repartição e cominação. Jákobson mostrou que um idioma se define menos pelo que ele permite dizer, do que…

Leia mais

“D’une langue à l’autre : vers une poétique de la traduction dans l’œuvre de Cioran” (Dumita Baron)

Atelier de traduction, 1, Editura Universităţii din Suceava, 2004, p. 67. « On n’habite pas un pays, on habite une langue. » (Cioran) Introduction Une analyse de l’œuvre d’Emil Cioran (1911-1995), écrivain français d’origine roumaine, suppose une confrontation avec le problème de l’impossibilité de comprendre le texte, impossibilité qui résulte non seulement de l’ambiguïté extrême de…

Leia mais