“A habilidade de Sócrates” (E.M. Cioran)

Se tivesse dado precisões acerca da natureza do seu demónio, teria estragado uma boa parte da sua glória. A prudência da sua precaução criou a seu respeito uma curiosidade que inclui antigos e modernos; permitiu, além disso, aos historiadores da filosofia insistirem num caso que se mostra inteiramente estranho às suas preocupações. Trata-se de um…

Leia mais

“Sinceridade, equidade, objetividade” (Clément Rosset)

O desprezo pelo dado, a ausência de submissão ao real, encontram no culto que se presta a alguns mitos antigos um alimento para a sua incúria. Sabemos que semelhantes forças, ao não se empregarem para assumir-se a si mesmo, para assumir a realidade cotidiana e trágica, derrotam-se sem medida desde o momento em que se…

Leia mais