“Como a política é uma questão de logos” (Barbara Cassin)

“Como a política é uma questão de logos” (Barbara Cassin)

O paradoxo começa a se explicar quando aceitamos regredir, para aquém de nossas antíteses modernas (democracia/conservadorismo, revolução/reação), à própria constituição … Continuar lendo “Como a política é uma questão de logos” (Barbara Cassin)

“Do conhecimento religioso: sobre um texto de juventude e sua repercussão na obra de Cioran” (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

“Do conhecimento religioso: sobre um texto de juventude e sua repercussão na obra de Cioran” (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

Além de um sentimento fundamental da existência, a categoria do religioso designa também um tipo especial de conhecimento, aquele que … Continuar lendo “Do conhecimento religioso: sobre um texto de juventude e sua repercussão na obra de Cioran” (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

Um místico sem absoluto: “Cioran, l’hérétique”, de Patrice Bollon (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

Um místico sem absoluto: “Cioran, l’hérétique”, de Patrice Bollon (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

A biografia crítica de Patrice Bollon, Cioran, l’hérétique (1997) não acrescenta muita coisa, no que concerne ao tema da religião … Continuar lendo Um místico sem absoluto: “Cioran, l’hérétique”, de Patrice Bollon (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

“Êxtase, não-saber e experiências interiores: um diálogo inaudito entre Cioran e Bataille” (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

“Êxtase, não-saber e experiências interiores: um diálogo inaudito entre Cioran e Bataille” (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

Dedicado a Rose Cunha. Conhece-se um autor ou uma autora não apenas pela leitura da sua obra, também — indiretamente, … Continuar lendo “Êxtase, não-saber e experiências interiores: um diálogo inaudito entre Cioran e Bataille” (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

“Barthes, Cioran, Bataille et ‘la transcendence’ qui ne cesse de s’écrire… de l’autre à l’absolument autre” (Gabriel Popescu)

“Barthes, Cioran, Bataille et ‘la transcendence’ qui ne cesse de s’écrire… de l’autre à l’absolument autre” (Gabriel Popescu)

Cahiers Emil Cioran – Approches Critiques, VII, Editura Universităţii “Lucian Blaga” (Sibiu); Les Sept Dormants (Leuven), 2006 Argument Inspire par … Continuar lendo “Barthes, Cioran, Bataille et ‘la transcendence’ qui ne cesse de s’écrire… de l’autre à l’absolument autre” (Gabriel Popescu)

“Weird Mysticism: Philosophical Horror and the Logic of Negation in Thomas Ligotti, Georges Bataille, and E. M. Cioran” (Brad Baumgartner)

“Weird Mysticism: Philosophical Horror and the Logic of Negation in Thomas Ligotti, Georges Bataille, and E. M. Cioran” (Brad Baumgartner)

PhD dissertation, Indiana University of Pennsylvania, 2015 Abstract: This dissertation will identify and evaluate a new category of transatlantic, twentieth-century literature … Continuar lendo “Weird Mysticism: Philosophical Horror and the Logic of Negation in Thomas Ligotti, Georges Bataille, and E. M. Cioran” (Brad Baumgartner)