Encuentro Internacional Cioran México: Entre Filosofía y Literatura

11-16 noviembre, 2019 In memoriam Liliana Herrera (1960-2019) LUNES 11 Facultad de Estudios Superiores – Acatlán (Unidad de Congresos UIM II) 11h – 12h | Inauguración Manuel Martínez (director de la FES Acatlán) Alejandro Byrd (Secretario de Extensión Universitaria y vinculación institucional) Claudia Márquez (Jefa de la división de Ciencias Socioeconómicas)  Ionuţ-Maria Valcu (Embajada de…

Leia mais

Colóquio “Emil Cioran, pensador incontornável do século XX”

Decorrerá no próximo dia 11 de outubro, a partir das 18h30, no El Corte Inglés de Lisboa, e terá como convidados os professores Ciprian Valcan da Universidade “Tibiscus” de Timisoara, Ricardo Gil Soeiro e Paulo Borges da Universidade de Lisboa. O Colóquio “Emil Cioran, pensador incontornável do século XX” é o segundo projeto da série…

Leia mais

Colóquio “Emil Cioran, pensador incontornável do século XX”

Lisboa, 11 de outubro de 2019 El Corte Inglés Sala Âmbito Cultural, Piso 6 Programação 18h30-18h40 – Sessão inaugural: – Tânia Pires, Comunicação e Meios, El Corte Inglés – Daniel Nicolescu, Director do Instituto Cultural Romeno em Lisboa 18h40-19h10 – Paulo Borges – Saudade e nostalgia do absoluto em Fernando Pessoa e Emil Cioran 19h10-19h15…

Leia mais

Cioran y Colombia: la última entrevista de M. Liliana Herrera. Conversación con Ciprian Vălcan & Ilinca Ilian

Del libro: VĂLCAN, Ciprian. Cioran, un aventurero inmóvil. Treinta entrevistas. Trad. del rumano de Miguel Ángel Gómez Mendoza. Pereira: Universidad Tecnológica de Pereira, 2019, p. 121-125. [PDF] La conversación de María Liliana Herrera (1960-2019) con Ciprian Vălcan e Ilinca Ilian es una cortesía de Miguel Ángel Gómez Mendoza, traductor del libro de entrevistas, historiador colombiano…

Leia mais

In memoriam Profesora Liliana Herrera: Cioran y Colombia (Miguel Ángel Gómez Mendoza)

SU VIDA universitaria fue un ejemplo de persistencia y tenacidad para divulgar, traducir y estudiar la obra del filósofo, pensador y ensayista rumano Emil Cioran en el contexto cultural y universitario colombiano e hispanoamericano. Presumo que en esta intensa experiencia de vida personal y existencial, tuvo que enfrentar cierta resistencia de la filosofía institucional universitaria…

Leia mais

Colóquio Internacional Fernando Pessoa & Emil Cioran: Pensadores das Margens da Razão e da Civilização

Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Lisboa, 9 e 10 de Outubro de 2019 Mês que vem, acontecerá em Lisboa um importante colóquio sobre a filiação Fernando Pessoa-Emil Cioran. O Brasil estará muito bem representado por dois importantes filósofos: José Thomaz Brum (PUC-RJ), tradutor e amigo de Cioran, e Fernando Rey Puente (UFMG), autor de Os…

Leia mais

Schopenhauer, pessimismo filosófico e a recepção brasileira de Cioran: Ciprian Vălcan em diálogo com Flamarion Caldeira Ramos

Entrevista originalmente publicada em ARCA – Revistã lunarã de literaturã, eseu, arte vizuale, muzicã (fondatã în februarie 1990 la Arad), anul XXV, nr. 4-5-6, 2014, e incluída no volume Cioran, un aventurier nemişcat. 30 de interviuri [Cioran, um aventureiro imóvel. 30 entrevistas] (Bucureşti, Editura ALL, 2015), com 30 entrevistas feitas por Ciprian Vălcan com de exegetas de Cioran de todo o mundo, das…

Leia mais

Ceticismo, fragmento e lucidez: “Emil Cioran. A Filosofia como Desfascinação e a Escritura como Terapia”, de Vincenzo Fiore [pt. 1] (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

FIORE, Vincenzo. Emil Cioran. La filosofia come de-fascinazione e la scrittura come terapia. Piazza Armerina/Enna: Nulla Die, 2018, 187 pp. A Itália é um dos países mais produtivos, atualmente, no que se refere à fortuna crítica cioraniana. Todo ano são publicados novos estudos, produções acadêmicas e editoriais, além de correspondências epistolares inéditas do próprio Cioran.[1]…

Leia mais

“A Filosofia ao alcance dos centauros” (Ciprian Vălcan)

REVISTA BRASILEIRA, fase VIII, outubro/novembro 2014, ano III, no. 81, p. 91-104. Aqueles que procuram, nos dias de hoje, defender a importância da Filosofia parecem, já de início, destinados à derrota. Nenhuma das antigas virtudes que animavam os amantes da sabedoria parece servir de referência para apoiar tais excêntricas preocupações. A morte dos ideais foi…

Leia mais

Algunas ideas sobre el tango (Ciprian Vălcan)

LA GACETA, 27/07/2019 Es probable que el único tango perfecto desde un punto de vista formal sea aquel bailado por dos esqueletos. … Parecería ser que cualquier tango bailado por dos jóvenes espléndidos debería finalizar en un coito, dando al César shopenhaueriano lo que es del César shopenhaueriano. En cambio, el tango bailado por gente…

Leia mais

Interviu realizat de Ciprian Vălcan cu Luis S. Krausz

ARCA – Revistă de literatură, eseu, arte vizuale, muzică, no. 4-5-6/2019 „Ne-am scufundat, atât în Brazilia cât şi în întreaga lume, într-o perioadă de pesimism şi de teroare, în care viziunile catastrofiste se înmulţesc” Ciprian Vălcan: Potrivit informaţiilor pe care le-am primit de la prietenii mei brazilieni, bunica dumneavoastră este originară din Basarabia. Ce amintiri s-au…

Leia mais

“Husserl y el dragón”: aforismos de Ciprian Vălcan

El Malpensante no. 208, junio 2019 Aforismos y fragmentos desbordados de un sarcasmo reconfortante Traducción de Raluca Ciortea Cansado de la monotonía de la filosofía académica, desesperado por la acumulación de tomos gigantes carentes de ideas, Valcan nos ofrece una mirada original sobre el espectáculo barroco del pensamiento alternando el virtuosismo del aforismo y la…

Leia mais

“Despre tango, după o călătorie la Buenos Aires” (Ciprian Vălcan)

OBSERVATOR CULTURAL, 17/05/2019 Pe cînd aveam 15-16 ani, citeam tot ce găseam: istorici greci, romani și bizantini, romancieri sud-americani, poeți persani, filozofi germani, francezi și englezi, sociologi, antropologi, psihologi, istorici ai religiilor, dar și eseurile lui Cioran traduse de Modest Morariu, diverse istorii ale artei sau romanele lui Dostoievski. Înghițeam de toate cu entuziasm, frecventam…

Leia mais

“Acerca do budismo, Cioran e filosofia ocidental” (Paulo Borges)

CV – Em que medida um melhor conhecimento da filosofia oriental contribui para a transformação da reflexão filosófica da tradição ocidental? No seu caso, como é que o budismo influenciou o estilo de filosofia que pratica? PB – Conhecer as filosofias orientais – muito diversas entre si – é indispensável para conhecer melhor a própria…

Leia mais

“Cioran, un aventurero inmóvil. Treinta entrevistas” (Ciprian Vălcan)

VĂLCAN, Ciprian, Un aventurier nemişcat. Traducción del rumano de Miguel Ángel Gómez Mendoza. Pereira: Universidad Tecnológica de Pereira, 2019. Prólogo Ciprian Vălcan, um dos intelectuais romenos de mais prestígio na Europa, com uma formação cosmopolita e de espírito europeísta na melhor tradição daqueles preocupados com o destino do continente, mas principalmente com uma formação humanística…

Leia mais

“Niilismo, existencialismo e gnosticismo: a hermenêutica existencial de Franco Volpi” (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

A obra de Heidegger, leitor de Nietzsche, apresenta um paradoxo que é o mesmo de boa parte do pensamento contemporâneo: “Nela, com efeito, parecem tocar-se e conviver dois extremos incompatíveis: de um lado, um niilismo radical; de outro, o convite a uma visão inspirada, senão mesmo ao misticismo.”[i] Daí, segundo Volpi, em face dos escritos…

Leia mais

“Um sábio enxertado num leproso: Cioran entre Montaigne e Pascal” (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

Homo sunt; nihil humani a me alienum puto. É sabido que uma das principais influências de Cioran é Blaise Pascal (1623-1662), que por sinal Clément Rosset tanto apreciava pelo seu “lado trágico”, ou seja, por tudo aquilo que é o menos essencial em Pascal (Rosset reúne Pascal a Demócrito, Lucrécio e Nietzsche numa família de…

Leia mais

“Cioran et la folie” (Ciprian Vălcan)

Traduit du roumain par Beatrice Huguet Si la peur de Cioran face à l’aliénation est décryptée en lisant surtout les fragments à thème intime présents dans ses Cahiers, fragments qui n’étaient pas destinés à la publication, on retrouve dans toute son œuvre des nombreux passages qui confessent, indirectement, sa fascination pour ceux atteints d’un égarement…

Leia mais

“Cioran, un aventurero inmóvil. Treinta entrevistas” (Ciprian Vălcan)

Cioran, un aventurier nemișcat. Bucuresti: Editura All, 2015. Traducción del rumano de Miguel Angel Gómez Mendoza. Pereira: Editorial UTP, 2019. El volumen de entrevistas dedicado a la vida y a la compleja personalidad de Emil Cioran es un libro diferente. En sus páginas, Ciprian Vălcan logra sorprender aspectos inéditos del pensador rumano-francés. Pese al hecho de…

Leia mais

Retrospectiva 2018: Portal E.M.Cioran/Br

Lançamentos: Cioran e l’utopia. Prospettive del grottesco, de Paolo Vanini (Mimesis Edizioni, Milano, 2018). [+] Extravíos [Razne], de Emil Cioran. Trad. espanhola de Christian Santacroce (Hermida Editores, Madrid, 2018) [+] Emil Cioran. La filosofia come de-fascinazione e la scrittura come terapia, de Vincenzo Fiore (Nulla Die, Piazza Armerina, 2018) [+] Emil M. Cioran: l’Angelo Sterminatore, organizado…

Leia mais

“Cioran, il mistico che non credeva in nulla. Un convegno a Napoli” (Alessandro Seravalle)

Orizzonti Culturali Italo-Romeni, gennaio 2018, anno VIII Il 15 e 16 novembre 2017 alcuni tra i più importanti studiosi del pensiero di Emil Cioran si sono dati appuntamento presso la splendida Aula Magna della Pontificia Facoltà Teologica dell’Italia Meridionale (sezione San Tommaso d’Aquino) per discutere da differenti angolazioni, sotto la direzione scientifica di Antonio Di…

Leia mais

Entrevista com Miguel Angel Gómez Mendoza por Rodrigo Inácio R. Sá Menezes

O professor Miguel Angel Gómez Mendoza nasceu na cidade de Tuna, no departamento colombiano de Boyacá. É formado em Filosofia e História pela Universidade Babeş-Bolyai de Cluj-Napoca, Romênia; tem mestrado em Estudos Ibéricos e Ibero-americanos pela Universidade Michel de Montaigne, em Bordeaux, França (Diploma Superior de Investigação – DSR); doutorado em História com ênfase em…

Leia mais

Entrevista a Miguel Angel Gómez Mendoza por Rodrigo Inácio R. Sá Menezes

Miguel Angel Gómez Mendoza nació en la ciudad colombiana de Tuna,  en el departamento de Boyacá. Hizo sus estudios de pregrado en Filosofía e Historia en la Universidad “Babeș-Bolyai” de Cluj-Napoca, Rumania; tiene maestría en Estudios Ibéricos e Iberoamericanos por la Universidad “Michel de Montaigne” de Bordeaux, Francia (Diploma Superior de Investigación DSR), doctorado en Historia…

Leia mais

Audiovisual: Coloquio Internacional Emil Cioran, Buenos Aires 01/11/2018

Biblioteca Nacional Mariano Moreno, 1 de noviembre de 2018 / Auditorio Jorge Luis Borges. Organizado por la Secretaría de Cultura de la Nación, la Biblioteca Nacional y la Embajada de Rumania en Argentina. Presentación: Tomás Abraham Expositores: Alina Diaconú (Argentina): La Argentina de Cioran. Alfredo Abad Torres (Colombia): Una idea de filosofía. Cioran intérprete de Borges.…

Leia mais

“Los bucles eternos de la filosofía” (Carlos Eduardo Maldonado)

Revista EIDOS, no. 27 (2017), págs. 349-354. Reseña: C. Valcan, Infuencias culturales Francesas y alemanas en la obra de Cioran. Traducción de M. Liliana Herrera A., prólogo de Joan M. Marín. Pereira: Ed. Universidad Tecnológica de Pereira, 429 pp. Carlos Eduardo Maldonado Universidad del Rosario carlos.maldonado@urosario.edu.co E. Cioran (1911-1995) puede ser visto al mismo tiempo como…

Leia mais

Coloquio Internacional Emil Cioran: Buenos Aires, 1/11/18

Organizado por la Secretaría de Cultura de la Nación, la Biblioteca Nacional y la Embajada de Rumania en Argentina. Presenta Tomás Abraham. [Site oficial] Programa 18 hs. | Primera mesa Alina Diaconú (Argentina): La Argentina de Cioran. Paulo Borges (Portugal): Éxtasis musical y asombro cósmico en Emil Cioran. Flamarion Caldeira Ramos (Brasil): Cioran, Borges y la escuela schopenhaueriana.…

Leia mais

Portal E.M.Cioran/Br: 8 anos de (in)existência

“Uma dica secreta para conhecedores” Convidam-me a um colóquio no estrangeiro porque necessitam, ao que parece, de minhas vacilações. O cético a serviço de um mundo agonizante. Devemos corrigir tudo, até os soluços… — CIORAN No Fédon, Platão levanta uma discussão sobre as ideias do grande e do pequeno, do maior e do menor, do muito…

Leia mais

“Cioran – reflecții asupra nebuniei” (Pusa Roth)

LIBER S’A SPUN, mai 6, 2016 Institutul Cultural Român de la Viena, în colaborare cu Institutul de Romanistică al Universității din Viena şi Societatea Austro-Română, organizează marţi, 10 mai 2016, între orele 18.00–19.30, în sala ROM 10 a Institutului de Romanistică al Universității din Viena (Universitätscampus Hof 8, Spitalgasse 2, 1090 Viena) conferinţa Cioran – reflecții asupra…

Leia mais

Cioran în Argentina: Ciprian Vălcan în dialog cu Gustavo Romero

LAPUNKT.ro Gustavo Romero (Buenos Aires, 1984) este doctor în Filosofie la Universitatea din Buenos Aires, specializat în filosofie contemporană, în mod deosebit gândirea franceză: Foucault, Cioran, Deleuze. În teza de doctorat, coordonată de filosoful româno-argentinian Tomás Abraham, a examinat convergențele și divergențele între Michel Foucault și Gilles Deleuze, axându-se pe noțiunea de viață. În prezent este…

Leia mais

“The fascination of artifice. Valéry and Cioran” (Ciprian Vălcan)

International Workshop on the Historiography of Philosophy: Representations and Cultural Constructions, 2012 Borrowing a number of favorite themes from Valery’s thought, Cioran sets for himself the goal of systematically contradicting Valery’s solutions; he does that by relying on the force of the irrational, the unpredictable and the ephemeral,  in an attempt to demonstrate the error…

Leia mais

Entrevista: Rodrigo Inácio R. Sá Menezes em diálogo com Ciprian Vălcan

ARCA – Revistă de literatură, eseu, arte vizuale, muzică, no. 1-2-3, 2018. „Cioran ne retrimite la noi înşine, pentru a înfrunta abisurile şi deşerturile pe care le locuim şi în faţa cărora suntem absolut singuri.” [versão original] “Cioran nos reenvia a nós mesmos, fazendo-nos encarar os abismos e desertos que nos habitam, e frente aos quais…

Leia mais